segunda-feira, 9 de novembro de 2009

CLARA e o Ministério de Intercessão


“Escuta, filha, vê e presta atenção,

Esquece o teu povo e a casa de teu pai.

De tua Beleza se encantará o rei;

Ele é teu Senhor, inclina-te diante dele!”


(Salmo 44)



Chiara Favarone di Offreduccio nasceu a 16 de julho de 1194, em Assis. Seu nome, dado pela mãe, é a sua carteira de identidade: “Clara de nome, mais clara por sua vida e claríssima nas virtudes” (1Cel 8 ).

Clara morreu aos 11 de Agosto de 1253, no Convento de São Damião, aos sessenta anos, apertando nas mãos e no coração a Regra de Vida aprovada por Inocêncio IV, seu sonho, vocação e realização.


Aos dezoito anos, no dia 19 de Março de 1212, junta-se a Francisco de Assis, na Porciúncula e, a partir dali, Assis e o mundo ganham um modo fascinante e próprio de encarnar o Evangelho. A gentil dama assisiense diz adeus aos projetos da família biológica, às ofertas do mundo, à sua beleza e aos dotes matrimoniais, à riqueza, ao palácio, castelo e nobreza, à presença na sociedade de Assis, e vai, com sensibilidade e coragem indomável, seguir os caminhos do Senhor numa nova família espiritual.

Esta escolha juvenil teve as marcas da fidelidade por quarenta anos.
Na sua adolescência e juventude, antes de seguir radicalmente o Evangelho, Clara já acolhia, atendia, cuidava e nutria enfermos, pobres e leprosos. Distribuía sorrisos, presença, sopa, ataduras e aquele modo feminino de aliviar as misérias de então. Era uma mulher destinada às cortes e aos príncipes mas que encontrou tempo para os que estão fora do status e da riqueza.

Esta bela mulher funda uma ordem de intercessoras. Passou a viver para orar pela igreja e ser pobre. Na pobreza de depender só de JESUS.

Ela é a fundadora da Segunda Ordem Franciscana, as Damas Pobres, as Reclusas de São Damião, as Damianitas, enfim as Clarissas.

Quem tem uma vida concreta arrasta atrás de si seguidoras: Inês e Beatriz, suas irmãs de sangue, sua mãe Ortolana, cinqüenta Irmãs naquele primeiro Mosteiro de Assis e muitas outras Irmãs Clarissas espalhadas pelo mundo.

Quem são as Clarissas? Vamos buscar a resposta nas Fontes primitivas:


Clara e suas irmãs tiveram a coragem de centrar toda a energia do amor no Único Esposo, um amor incondicional, um amor de intimidade; que encontram na oração e na contemplação os canais mais convergentes para o Divino; na quietude e na solicitude, na fraternidade e na atividade, na minoridade e na benignidade, a tarefa de amar e servir.

Seu grande ministério na Igreja de Cristo foi largar todo o mundo e viver para Deus como intercessora. Que Deus levante intercessores que se dediquem de tempo integral para a restauração da igreja e preparação para a volta de JESUS. Intercessoras apaixonadas por Cristo como nosso irmã Clara de Assis.


EDSON CORTASIO SARDINHA

Baseado no texto de Frei Vitório in http://carismafranciscano.blogspot.com/2009/08/santa-clara-de-assis.html

Postar um comentário