terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Francisco e o New Monasticism

Evangélicos do movimento New Monastic:  Shane ClaiborneRon Copeland e Brian Farrell na Community Place, Harrisonburg, VA 2008.
Vitral: O carisma de Francisco atraindo as aves do céu.

Hoje encontramos muitos evangélicos envolvidos com o testemunho de Francisco e Clara de Assis. Nos Estados Unidos, em 2004, foi oficializado um movimento chamado de Novo Manasticismo. (New Monasticism).Um dos seus líderes é Shane Claiborne.

A origem do novo movimento monástico é difícil de localizar. Algumas comunidades identificadas com o novo monasticismo já existem desde os anos 1970 e 80. 

Nos Estados Unidos, estes grupos passam de 100. Todos eles refletem com muito fervor o testemunho e carisma de Francisco de Assis e de Clara, que são repetidas vezes citados.

A noção e a terminologia do "new monasticism" (novo monasticismo) foi desenvolvido por Jonathan Wilson, em seu livro de 1998, Viver na fé em um mundo fragmentado .  Wilson foi, por sua vez, construindo sobre as idéias do teólogo Dietrich Bonhoeffer, que disse em 1935: " a restauração da igreja certamente virá apenas a partir de um novo tipo de monaquismo, que não tem nada em comum com o antigo, mas um completo compromisso de uma vida vivida de acordo com o Sermão da Montanha, no seguimento de Cristo"  

 Avaliando a vida da igreja evangélica e sua ruína moral, MacIntyre terminou seu livro After Virtue , ao expressarem um desejo de termos "um outro. . .São Bento. " 

            

Com isso ele quis dizer que alguém na idade atual para levar outra renovação de moralidade e civilidade através da comunidade.

Chamando a visão de um "novo monaquismo", ele propôs quatro características que um tal monaquismo implicaria: 

(1) que será "marcada por uma recuperação do “telos” desse mundo", revelou em Jesus, e que visam a cura de fragmentação, trazendo toda a vida sob o senhorio de Cristo; 

(2) que será destinado a "todo o povo de Deus" que vivem e trabalham em todos os tipos de contextos, e não criar uma distinção entre vocação sagrada e secular; 

(3) será disciplinado, não por uma recuperação do antigo regras monásticas , mas pela disciplina alegre alcançada por um pequeno grupo de discípulos praticando exortação mútua, correção e reconciliação, e 

(4), será "sustentado por uma reflexão teológica profunda", pelo qual a igreja pode recuperar sua vida e testemunho no mundo.


O verão de 2004 tornou-se um momento decisivo para o movimento, quando houve uma reunião de  comunidades existentes e acadêmicos em Durham , Carolina do Norte , onde se definiu algo como uma "regra de vida", referido como o 12 " marcas "do monaquismo novo.

O encontro teve lugar na nova comunidade monástica chamada "Rutba House", do qual alguns membros fundadores foram Jonathan Wilson-Hartgrove e Leah Wilson-Hartgrove. 

Entre estes interessantes grupos evangélicos está o Prayer Foundation. Acesse o site http://www.prayerfoundation.org

São crentes, evangelistas, de origem fundamentalista e que redescobriram a alegria de viver em comunidades cristãs seguindo a espiritualidade de Francisco e Clara e dos monges Celtas.

Comentando sobre o filme “Irmão Sol e Irmã Lua de Franco Zefirelli, Preston diz: “Este é o nosso filme favorito de todos os filmes já feitos. Assistimos ele pelo menos quatro vezes por ano. É uma das inspirações para  prayer foundation (a Oração Fundação)  .Muitas vezes temos dito a pessoas que, se eles gostariam de entender o nosso ministério, tudo que eles precisam fazer é assistir esse filme, e as palavras não serão necessárias”.

Através destas comunidades intencionais, vemos que o testemunho de Francisco continua inspirando cristãos de todas as confissões. 

           Entre, abaixo, nos sites destes grupos e veja o que Deus está fazendo. Navegue com Google Chrone e as páginas serão automaticamente traduzidas. Boa leitura. 



Postar um comentário